O medo da mudança

Quando penso em cortar o cabelo, ele fica bonito.
Quando acho que não estou feliz com o amor e ele ameaça a ir embora, meu coração grita de saudade antes mesmo de eu partir.
Posso estar há meses insatisfeita com uma situação, mas é surgir uma oportunidade de mudança, que meu coração amolece e eu começo a procurar motivos pra ficar.
Qual a lógica disso tudo?
É medo do novo ou é dar valor quando sente que vai “perder”?
Sempre rola um medinho de sair do comodismo, por mais que ansiamos pelo novo, pelo inesperado e por coisas melhores.
O medo de errar de novo dificulta as nossas decisões.
Mas, apesar de todas as dúvidas, eu carrego dentro de mim uma sede por mudança e por desafios que é maior que minha insegurança.
Eu me jogo mesmo. Eu tento. Tento de novo. Tento mais uma vez. Deixo uma marquinha em cada lugar que passo. Para mim, até aqui, foi difícil criar raízes. Não consigo ficar parada esperando, como se não tivesse mais nada de novo pra eu viver. Eu sei que tem. Sempre tem. Sempre tem uma nova lição a ser aprendida, uma nova música pra ser ouvida, uma nova pessoa pra me ensinar o que é a vida. Somos uma soma de tudo o que vimos, sentimos e vivemos. E eu quero ser muito, viver muito e experimentar um pouco de todas as experiências que eu puder. Quem sabe numa hora dessas, eu não tropeço comigo mesma e me encontro em um lugar ou em um abraço que me faça querer ficar pra sempre?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s