Livro, a minha companhia

IMG-20160711-WA0009.jpgVejo pessoas sem assunto, pessoas que reclamam da vida, pessoas ocupadas vendo a vida alheia, mas mal vejo pessoas lendo um livro.
Cidades estão recheadas de livrarias, sebos e até mesmo eventualmente vejo livros “esquecidos” propositalmente na rua, clamando por um dono, mas poucos se interessam.
Vejo pessoas doentes psicologicamente, pessoas que culpam os outros e até mesmo questionam sua fé porque as coisas não mudam, mas já pensou que a mudança pode vir internamente?
Qual a função de um livro nessas horas? Ele está ali, esperando para ser consumido, para dar um ombro amigo, para te mostrar que seus problemas outras pessoas também já passaram e você não é o único.

 

Continuar lendo

Anúncios

Livro: Historias para Viajar. Amanda Noventa

Tem livros que a gente compra, ganha, empresta e ficam ali parados na nossa estante, seja por falta de tempo de ler, ou até mesmo porque seu nome, capa, autor é bonito para enfeitar uma estante, subentendendo ser uma “pessoa cult e/ou intelectual”.
Fato é que esse livro, foi um deles, tristemente estava lá “esquecido” em minha estante, logo eu que contribui com a obra da Amanda, a mesma fez uma forte campanha em reproduzir seus textos do blog Amanda Viaja (que sigo desde quando iniciou, mesmo quando ela não era tão famosa) num livro.

Mas eu explico mais a fundo porque ficou parado há tanto tempo: estava dedicada aos estudos de inglês e a pesquisas atreladas ao meu intercambio, o foco era outro. Me mudei para São Paulo e o trabalho cada vez mais exigente consumia muito meu tempo, e o livro estava lá, sempre me olhando, me chamando: leia-me!

IMG-20160420-WA0002

Continuar lendo

Ano Sabatico x Livro: Comer Rezar e Amar

Ano sabático,  todos deveriam fazer!!
O livro abaixo me motivou bastante a isso, entretanto, não significa que tenha lido e/ou que esteja escrevendo esse post, que significa que o farei tão previamente.
Mas esse post é pra você leitor, que planeja um ano sabático e/ou simplesmente adora a leitura sobre viagens e auto-conhecimentos.

Diferente e longe de ser um livro de auto-ajuda, o livro “Comer Rezar e Amar” de Elizabeth Gilbert lançado em 2006 e anos depois inspirado o filme de mesmo nome, com a atriz Julia Roberts, surge com a biografia da autora, em que após um divórcio e uma baita crise existencial, decide fazer o seu ano sabático.

Livro: Comer Rezar e Amar

Livro: Comer Rezar e Amar

Continuar lendo

Livro: Voando Sem Asas – Lia Hecker Luz

Há poucos meses atrás eu era uma rata de rodoviária e aeroporto, toda semana estava num local diferente, desbravando esse “Brasil Brasileiro” num curto (e intenso) final de semana.

Hoje defini minhas prioridades e tenho sonhos (viagens) maiores, para isso, tenho feito retenções financeiras o qual em breve divulgo quais são os planos.

Com isso, as minhas viagens nos últimos tempos, tem sido através da leitura – que alias, não é cara e também enriquece a alma – obviamente a mesma é voltado ao tema “viagem” e eu retorno aqui com dicas para aqueles que também tem sede de livros ou estão na mesma situação que eu.
Enfim…

Terminei recentemente a leitura do “Voando Sem Asas” onde Lia Hecker Luz, uma gaucha expõe sua experiência no ano de 1997, quando aos 16 anos efetuou um intercambio de 6meses no Texas, o chamado “High School ” (Ensino Medio no exterior)

IMG_20140930_095225
A mesma relata toda sua experiência antes, durante e depois. As aflições de uma adolescente em abdicar temporariamente de sua família, amigos e namorado, por uma experiência que a carregaria sempre em sua vida, seja ela profissional ou pessoal. Continuar lendo

Não Conta Lá em Casa

Pelos corredores da faculdade que estudo e observando o mural de noticias, observo o seguinte cartaz e o convite no site da instituição Palestra “Não conta na aula” no UNICURITIBA:

Palestra: Não Conta na Aula

Palestra: Não Conta na Aula

Meu deus!! Não acredito, Andre Fran, aquele cara da TV, do Livro, das Viagens e dos Perrengues mais doidos estaria na minha faculdade palestrando.

Fatalmente não poderia perder tal evento e compartilhar com vcs minha experiência… Continuar lendo

Livro: Mundo Afora, Mel Lisboa

Seguindo a linha “Sebo da Nath”, o livro escolhido desta vez foi quando numa “viagem” no setor de turismo num dos sebos de Curitiba me deparei com o então diário de Viagem de Mel Lisboa, que após apresentar o programa “Oi Mundo Afora” televisionado pelo canal GNT, lançou o livro do mesmo nome no ano de 2007.

GNT Mundo Afora – Diário de bordo de Mel Lisboa

Mundo Afora - Mel Lisboa

Mundo Afora – Mel Lisboa

Continuar lendo

Livro e Filme: Na Natureza Selvagem (Into The Wild) / Jon Krakauer

Nos últimos tempos, tenho feito minhas retenções de custos para uma grande viagem, portanto, o que me resta atualmente é viajar através dos livros…
Para fomentar os posts aqui no blog, bem como, por solicitação, farei indicações das minhas viagens através de paginas.
Dentre elas cabe comentar um livro que li recentemente: Na Natureza Selvagem (ou Into The Wild) de Jon Krakauer.

Sim sim, é um livro publicado em 1996, que na sequencia (em 2007) também originou o filme do mesmo nome, onde Eddy Vedder (vocalista do Pearl Jam) faz uma incrível trilha sonora e que inclusive recomendo escutar a mesma enquanto lê o livro.

De um modo geral para filmes que foram originados através de livros, eu recomendo primeiramente a leitura para depois a visualização do filme, acho que perde um pouco o encanto. Assim como qualquer livro, o mesmo sempre vem com maiores informações ou mais detalhes sobre a andança daquele determinado personagem/historia.

Mas se você não leu ou não viu esse filme da vida real, fica aqui a minha dica :: pois Christopher McCandless foi a inspiração de muitos mochileiros por ai.

A proposito, ele tambem adorava ler!

Na Natureza Selvagem, de Jon Krakauer.

Na Natureza Selvagem, de Jon Krakauer.

Continuar lendo

Livro: A Arte de Viajar (Alain de Botton)

Sem sombra de duvidas, foi o livro mais interessante que li em minha vida, não pera… foi também o livro que mais se encaixou no momento em que estou vivendo.

000

“A Arte de Viajar” de Alain de Botton trata-se de um livro de filosofia que assim como o nome sugere, fala-se de viagens, dos aspectos dos seres humanos em gostar desse habito. No entanto, aborda questões mais complexas como por exemplo seu olhar sobre as coisas, não basta ser um simples “vou ali pegar um avião, fazer checkin no facebook, tirar umas fotos e já volto”, mas de pegar um trem/ônibus, algo mais lento e observar a paisagem ao redor, não se prender a futilidades do mundo moderno e aproveitar cada momento da viagem. Também não se trata de distancia percorrida, afinal, a beleza do local não se vende no banners de agencia de turismo, é uma questão de espírito ou fase emocional.

Continuar lendo