Como foi viajar de Ethiopian Airlines? (Brasil x Japão)

Motivada por uma enxurrada de questionamentos e dúvidas com relação a tal companhia aérea, devido ao roteiro alternativo que ela faz, resolvi fazer um post dedicado a isso.
Saliento que trata-se de uma experiência pessoal e única, de acordo com o serviço prestado na minha viagem Brasil x Japão e que está sujeito a alterações numa próxima viagem, que ocasionalmente eu vier a fazer.

Pra começo de conversa…
A passagem ao Japão, numa classe econômica gira algo aproximado de R$3 a 5 mil (ida e volta), também considere que trata-se de uma viagem para o outro lado do mundo, portanto: sim, é caro, longe e cansativo!
Há diversas rotas e companhias aéreas que fazem essa viagem, cada qual com seu preço e diferencial.

A Ethiopian Airlines é uma companhia famosa por diversas promoções de passagens aereas e consequentemente ela tem um “Q” low-cost. Quando você receber um email de “Promoção imperdível para Europa, Africa, Japão…” pode ter certeza que a Ethiopian AirLines está la marcando presença.
E foi num desses emails que paguei 40/50% mais barato a passagem ao Japão, o que me parece muito tentador, mas tem um porém: é a temida Ethiopian AirLines e o itinerário passa pela Africa/China.
Mas vamos por partes, de modo que eu possa explicar um pouco porque ela eh “temida” e o meu ponto de vista logo na sequência.

Continuar lendo

Anúncios

O que fazer em Kyoto, Japão?

Nos despedimos de Nara com muita emoção.

A estadia em Kyoto prometia, afinal, ainda na Kyoto Station vimos diversas pessoas de kimono, algo que nao tinhamos visto com tanta frequencia em Osaka, saindo da estação de metro a caminho do nosso hotel, ja percebemos que Kyoto tinha um “Q” a mais de cultura a nos oferecer, nao apenas pela forma que as pessoas se vestem, mas por suas vielas, pela arquitetura e aquele ar romantico que pode-se dizer: estou no Japão!!

Se eu te falar qual filme japonês lhe vem primeiramente na cabeça? Provavelmente seja Memórias De Uma Gueixa, não a toa, que boa parte dele foi filmado na cidade o qual havíamos acabado de desembarcar.
Sim, Kyoto é uma cidade grande, bem turistica, mas que tambem é reconhecido por ainda preservar os costumes japoneses, especialmente pelos diversos templos (budistas e xintoístas) espalhados pela cidade e gueixas que andam timidamente pelas ruas (especialmente no bairro Gion).

Ainda sobre os templos: foram eles que salvaram a cidade da bomba atômica na 2º Guerra Mundial. A cidade estava na lista de prioridade dos Estados Unidos, que por sinal, decidiram mudar de ideia, uma vez que preferiram mudar por Nagasaki e preservar os templos, evitando assim, maior comoção da nação niponica.
Impreterivelmente inclua essa cidade em seu roteiro, independente de sua religião, visitar os templos, andar pelas vielas, namorar as casas baixas de madeira, aguça nossa imaginação e as belezas de um passado ainda presente no Japão, que por sinal, era fechado para o mundo, mas muito imerso em suas raízes culturais.

Continuar lendo

O que fazer em Nara, Japão?

Saindo de Osaka, fomos para Kyoto.
Apenas deixamos nossa mala no hotel (pois ainda nao havia dado o horário do check in) e nos deslocamos para Nara que fica 1 hora de trem (mesma distância a partir de Osaka), vale muito a pena.
Se você vai a Kyoto, não deixe de separar pelo menos um dia para visitar Nara, sinceramente foi uma das minhas cidades preferidas na (curta) estadia no país.

Nara foi a capital do Japão por um período de 74 anos a partir do ano de 710, quando a cidade cresceu e se tornou um centro Budista no país, até hoje abrigando templos importantíssimos e entre os mais antigos do Japão.
Chegando na estação de Nara há um centro turístico, ali, pode-se pegar um ônibus que te leva ate o parque por 200y mas se tiver o JR Pass também pode usufruir do mesmo.
A cidade é conhecida pelos cervos mansinhos que vivem no Parque Nara, eles literalmente vem comer na sua mão!
Conta a lenda que o deus Takemikazuchi chegou para proteger a cidade recém construída montado em um veado branco. Por isso os cervos são considerados sagrados lá, na época Nara era conhecida como Heijō-kyō e era capital do Japão na época em que a lenda surgiu.

Nara, Japão

Continuar lendo